>Ficar bêbado depois do expediente com colegas de trabalho pode não ajudar na vida profissional

>

Todo mundo sabe que o uso medicinal do álcool, não só como instrumento de combate ao stress como também no papel de propulsor social, é mais que comprovado, especialmente depois de passar 8 horas em um escritório fazendo bobagens a mando de um idiota vulgarmente chamado de chefe, o que certamente desperta a crença da existência da reencarnação e do karma, uma vez que só podemos estar mesmo é sendo castigados por algo terrível que fizemos numa vida anterior para merecer um castigo desses.
O ato de limpeza das agruras do expediente através da beberagem coletiva é conhecido nos grandes centros urbanos como happy hour, indiscutivelmente mais feliz que as outras horas do dia porque estamos bêbados e não estamos no trabalho, apesar de alguns sortudos poderem trabalhar aparentemente embriagados, como presidentes da república e apresentadores de jornalismo esportivo.
Durante o happy hour nos soltamos, falamos mal do chefe e de todos os colegas que deveriam ser lobotomizados como ato de piedade pela humanidade. Dançamos, cantamos no karaokê, exibimos incríveis capacidades acrobáticas e achamos graça copiosa das piadas mais estúpidas, normalmente contadas por nós mesmos e gravadas em algum canto escuro do subconsciente desde a primeira vez em que a ouvimos, aos 7 anos de idade.
O fato chocante consiste na descoberta por estudiosos americanos que nenhuma dessas qualidades acentuadas pelo álcool, manifestadas no happy hour, parecem ajudar de qualquer maneira nossa vida promocional.
Em Nova York, num grupo de 6987 entrevistados participantes de eventos etílicos pós expediente, 16% admitiram falarem mal de colegas, 10% contaram segredos, 8% afirmaram não ter se comportado de maneira profissional e 8% tiveram o constrangimento de beijarem colegas de trabalho, o que é ainda mais constrangedor quando o colega é do mesmo sexo e nenhum dos 2 manifestava tendências homossexuais até começarem a beber.
81% das pessoas ouvidas disseram que o happy hour não ajudou em nada na aproximação de elementos dos mais elevados escalões da empresa e, tão pouco, a conseguirem um cargo melhor na mesma.

Não foi encontrada nenhuma referência a estudo semelhante com trabalhadores brasileiros.

http://br.reuters.com/article/worldNews/idBRB5033120080624

Anúncios

Sobre doutorcasa

Neurocirugião autodidata, paranormal e carpinteiro.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para >Ficar bêbado depois do expediente com colegas de trabalho pode não ajudar na vida profissional

  1. Anonymous disse:

    >mas quem são esses que gastam seu tempo com tamanha pesquisa idiota?!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s