ABL dá medalha a… Ronaldinho Gaúcho?

Se queriam aparecer, os imortais conseguiram. Estão até aqui nessa tosqueira – Sai do chão, Sarney!

Para comemorar 110 anos de nascimento do escritor José Lins do Rego, a Academia Brasileira de Letras resolveu conceder a Ronaldinho Gaúcho a medalha Machado de Assis, a maior honraria da ABL. E Vanderlei Luxemburgo, técnico do Flamengo, também ganhou a sua.

Além da medalha, o jogador ganhou o livro “Flamengo é puro amor”, de autoria de Rego, histórico flamenguista.

Agora vamos as bolas isoladas para fora do estádio pela Academia. Ronaldinho mal chegou na Gávea, será que os meninos da ABL esqueceram de Zico, maior ídolo rubro-negro? O gaúcho é o primeiro jogador de futebol em atividade a receber a honraria. Custava escolher um que não dissesse que a leitura não está entre seus passatempos? Nem para fingir de forma convincente que lerá o livro ele serviu. Sinal dos tempos, a ABL jogando contra a literatura.

Vendo pelo lado bom. Se isso for um sinal de novos critérios da Academia, as chances do Doutor aqui ser imortal estão aumentando. Sai do chão, Sarney!

Sobre doutorcasa

Neurocirugião autodidata, paranormal e carpinteiro.
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para ABL dá medalha a… Ronaldinho Gaúcho?

  1. Anônimo disse:

    Um cinismo tupiniquim AINDA pouco comentado é o da Academia Brasileira de Letras, uma instituição de endinheirados, nunca voltada ao pensamento filosófico, às questões sociais, e sim à sustentação da fogueira de vaidades que se caracterizou desde o seu início.
    O logro literário do ‘heroi sem caráter’ entre outros engodos cultivados secularmente ainda é a principal ditadura a ser combatida.
    A literatura no Brasil, não partiu da filosofia e do pensamento conceitual para pretender justificar sua existência . A Academia Brasileira de Letras é uma farsa desde sua fundação. O Realismo brasileiro encabeçado por Machado de Assis, ao contrário do francês e do russo, endossou a dominação e a espoliação de classe legitimando até mesmo a escravidão. A elite brasileira não estava, nem está interessada em questionar seus privilégios, mas em garantir para si o repasse e as benesses do poder

    Discutir INCOERÊNCIAS (?) SOCIAIS sem questionar o MODELO ECONÔMICO – aqueles que dele se privilegiam, os instrumentos que lhe dão sustentação ( ditadura, escola pública precária, cultura da servilidade confundida com civilidade….), sem conhecer desde a escola a motivação e filosofia de ÍCONES MUNDIAIS como: JOSÉ GASPAR FRANCIA, JOSÉ GERVASIO ARTIGAS, JUAN JOSÉ ARÉVALO, EMILIANO ZAPATA, THOMAS SANKARA, PATRICE LUMUMBA, CARLOS MARIGUELA, CARLOS LAMARCA, ALUÍSIO PALHANO, PAULINE REICHSTUHL….. que morreram lutando contra a estrutura econômica do Estado e as hierarquias pervertidas pelos poderes coloniais e neocoloniais que as legitimam; – sem ao menos discutir literaturas de pensadores como Thomas Paine, Jean Ziegler, Noam Chomski, Eduardo Galeano….; – sem apontar os métodos e todos que conspiraram contra os mecanismos de justiça social – é delegar O DESTINO DA ESPÉCIE HUMANA E DO PLANETA ao mercado e aos apátridas que o manipulam

    “O que o dinheiro faz por nós não compensa o que fazemos por ele.”
    Gustave Flaubert

  2. ÇOLANGI disse:

    kkkkkkkkkkkkkem terra de burros colonizados por burros que roubaram e naõ conseguiram entrar para UE O QUE FAZER???KKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    IÇU TA FALANU TA REZANU TA CUMENO TA PEIDANU KKKKK

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s