Sujeito morde cão policial e processa polícia

Erin Sullivan, de Phoenix, EUA, não está querendo festa. Jurando que um cão policial usou de força desproporcional e excessiva, violando seus direitos civis, Erin quer quase meio milhão de dólares de indenização.

Acontece que Sullivan deixa de lado dois pontos essenciais em sua narrativa. Primeiro, o excesso de impetuosidade do cão teria sido motivado pelo próprio Sullivan, ao fugir loucamente da polícia durante uma investigação de roubo. O segundo, mais incomum, ele mordeu violentamente o cão também.

O valor pedido é de 250 mil dólares do estado de Phoenix e mais outros 200 mil do município de Glendale, onde a troca de dentadas ocorreu. Além da agressão pelo agente da lei peludo, Sullivan diz que os policiais que andam apenas nas patas posteriores teriam lhe negado aplicações de insulina e ele é diabético.

Apenas para constar. Erin Sullivan está cumprindo 8 anos de prisão por ter sido condenado pelo tal roubo da investigação. E, talvez mal assessorado, o canino não processou ninguém.

Sobre doutorcasa

Neurocirugião autodidata, paranormal e carpinteiro.
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s